O que é isto? Utilize os links da Web Social nesta página para guardar Spread Bancário será alvo de Análise no Futuro num site de favoritos, ou enviar o link por Email.

Web Social

Email

Enviar por Email
Março 24, 2010

Spread Bancário será alvo de Análise no Futuro

Guardado em: Informação

Os tempos de crise que actualmente vivemos juntamente com a desfavorável conjuntura macroeconómica e o colapso económico financeiro internacional veio criar um maior rigor na concessão de crédito por parte dos bancos que aliado a esta rigidez fez disparar o spread bancário para  níveis elevados comparativamente com período homologo.

Como sabemos, a justificação de tais spread resume-se, segundo os bancos, a cobrir o risco da operação, justificando que quanto maior o risco maior o spread.

O meu ponto de vista é simples, as taxas euribor alcançaram mínimos históricos que esmagaram de um momento para o outros as margens financeiras do bancos (juros recebidos-juros pagos). Este acontecimento, levou os bancos ao aumento dos spreads como forma de compensar através de novas operações o hiato entre taxas de juro.

Assim sendo, este é o momento para que todos os clientes bancários, especialmente os que recentemente contratarão um empréstimo, para organizarem toda a informação relevante e acompanhar a evolução da euribor nos próximos meses.

Para todos que possuem crédito habitação recente devem agir com as mesmas armas que os bancos aquando da descida abrupta das taxas de referencia. Assim sendo, ao longo dos próximos tempos sempre que existir uma evolução ascendente da taxa euribor em aproximadamente 1% deverão efectuar o pedido por escrito para redução do spread do vosso empréstimo habitação, identificando as causas para tal solicitação:

  • Recente aumento do principal indexante;
  • Impacto desse aumento na prestação mensal e consequente esforço orçamental familiar;
  • O envolvimento bancário que manteve as condições com a contratação do crédito;
  • o cumprimento que possui com o seu crédito;
  • A necessidade de compensar tal aumento no seu orçamento;
  • Em ultimo caso, a possibilidade de transferência do seu crédito para uma melhor proposta.

No âmbito do crédito pessoal é mais difícil renegociar, embora também seja possível, no entanto, é preferível desde já começar a aplicar algumas estratégias de antecipação e manutenção de momentos difíceis;

  • Constitua um plano de emergência para momentos difíceis equivalente a 6 meses de encargos fixos familiares;
  • Questione o seu banco se é possível o seu crédito possuir taxa fixa;
  • Solicite ao seu gestor de conta que possua o mesmo empenho na renegociação do seu crédito como teve na contratação do mesmo;
  • Em momentos difíceis recorra ao seu banco e solicite uma solução para o seu caso;
  • Não facilite seja rigoroso.

Como podem verificar existem algumas dicas que deverão ser acompanhadas, especialmente, quando a realidade que as taxas de juro vão aumentar nos próximos tempos e que esse aumento apesar de ser gradual será real e irá aos poucos encurtar o rendimento disponível mensal de todos os clientes que possuem empréstimos.

Esteja atento.

Article Source


Voltar a Spread Bancário será alvo de Análise no Futuro