Escolher o melhor crédito pessoal

Se pretende recorrer a um crédito pessoal, calcule primeiro o valor máximo que pode suportar para pagamento da mensalidade e esteja alerta para algumas situações.

Fique alerta para algumas medidas e conceitos importantes a considerar, na altura de escolher a melhor opção para o seu crédito pessoal:

– Analisar sempre a TAEG inerente ao crédito. É obrigatório indicar esta taxa ao cliente. Quanto mais baixo for o TAEG, mais baixa será também a sua prestação. Compara TAEG de produtos de crédito diferentes é uma boa forma de escolher a melhor opção.

– Analise bem todas as entrelinhas do contrato, tais como as despesas de abertura de processo, seguros, cartão de cliente, entre outras, que geralmente são omissas, e mais tarde cobradas pela instituição credora.

– Não considere receber informação só e após conceber o crédito. Enquanto consumidor você tem o direito a saber todos os valores a que o contrato irá obrigar, portanto, evite deixar-se levar pelo que o comerciante lhe tem para apresentar.

– Procure negociar com a sua instituição bancária, e caso lhes ofereça garantias, poderá contrair um crédito com penhor, que regra geral é mais barato.

– Sempre que tentar adquirir um crédito pessoal, faça-se valer de todos os argumentos e mais-valias que pode usufruir enquanto cliente e consumidor de produtos bancários. Faça referência a outros produtos financeiros que possua e indique outras propostas mais vantajosas, de outras instituições bancárias. Negociar com o banco é sempre vantajoso!

– Sempre que contrair um crédito pessoal, é provável que a instituição bancária o obrigue a contrair também um seguro de vida. Isso irá prevenir a instituição bancária para o pior. Poderá ainda ser obrigatória a subscrição de um plano de protecção ao crédito, que protege também a instituição bancária em caso de você ficar de baixa médica, desempregado involuntário, ou noutras situações.

– Amortizar o crédito nem sempre é vantajoso. No caso do crédito pessoal, pode haver taxas de penalização. Estas taxas podem ser fixas ou variáveis. Calcule bem até que ponto lhe compensa amortizar o capital em dívida, e perder o que poupou nos juros.

Article Source

Sobre o autor: escreva aqui algo sobre si - aparece no final do artigo (pode incluir 2 links)


Artigos Relacionados com a categoria "Crédito Pessoal"

Fechar
E-mail It