Será o PPR um mau investimento, ou não é assim tão mau…

Meus amigos,

Todos sabemos que um Plano de Poupança Reforma (PPR) só representa um bom investimento se o prazo de reembolso de capital não for muito extenso, especialmente se o Plano Poupança Reforma possui uma rentabilidade mínima garantida  e não apresente risco para o Cliente.

Consciente desta realidade hoje vou vos dizer porque  constituir um PPR nestas condições não é assim tão mau.

Todos sabemos que quem constituir um Plano de Poupança Reforma no decorrer do ano de 2009  pode deduzir em sede de IRS 20 % do capital investido de acordo com limites de idade e de dedução.

Os limites são simples:

  • idade até 35 anos – dedução de 400 euros se investir 2.000 euros;
  • idade de 35 a 50 anos – dedução de 350 euro se investir 1.750 euros;
  • idade superior a 50 anos – dedução de 300 euros se investir 1.500 euros.

Uma conclusão que podemos tirar logo de inicio é que o primeiro ano de rentabilidade do PPR é no mínimo de 20%, agora imaginamos que o período até o vencimento do PPR, a idade da reforma, é de 40 anos, ou seja, o investidor tem 25 anos de idade.

Se efectuarmos uma pesquisa nos bancos por produtos de poupança que permitem constituir um complemento de reforma e que obedeçam ao requisitos supra, isto é, rentabilidade mínima garantida e capital garantido, facilmente encontramos Planos de Poupança Reforma que devolvem um rentabilidade mínima garantida de 3%.

Por norma este tipo de Plano de Poupança Reforma ainda oferece ao cliente a possibilidade de beneficiar da distribuição de resultados, logo podemos concluir que ainda há possibilidade de beneficiar de rentabilidades superiores a 3%.

Mas, vamos.nos focar na rentabilidade garantida e efectuar umas contas.

Bem, temos 20% mais 3% de rentabilidade mínima para o 1º ano e para os restantes anos temos, no mínimo, 3% ao ano de rentabilidade.

Se determinarmos a rentabilidade média anual mínima chegamos à conclusão que o beneficio do Estado devolve ao PPR uma majoração de 0,5% ao ano em 40 anos. Isto revela que o PPR irá possuir uma rentabilidade mínima de 3,5%.

Como todos sabemos 3,5% garantidos é uma taxa razoável para produtos de longo prazo sem risco de capital. É verdade que é possível melhores rentabilidades mas com risco de capital, embora todos sabermos que o prazo dilui o risco da operação mesmo assim existe risco.

Aqui está a razão pela qual digo que constituir um PPR não é assim tão mau…

Abraço…

Article Source

Sobre o autor: João Autor do Produtos Bancários


Artigos Relacionados com a categoria "Produtos"

Fechar
E-mail It